ITAMAURY TELES SERÁ NOVO PRESIDENTE DA ACADEMIA MONTES-CLARENSE DE LETRAS

 

 

Legenda: Maria Luiza passará a presidência da AML para Itamaury Teles

O jornalista e escritor Itamaury Teles de Oliveira será empossado Presidente da Academia Montes-clarense de Letras, no próximo dia 31 de janeiro, em sessão solene, às 20 horas, no Salão de Eventos “Deus e Liberdade”, na Avenida Mestra Fininha, 610, em Montes Claros. Ele substituirá no cargo a escritora Maria Luiza Silveira Teles.

Itamaury foi eleito por aclamação, na última reunião da entidade, no ano passado. Ele ocupava a 1ª. Vice-Presidência na gestão presidida pela escritora Maria Luiza Silveira Teles.

Itamaury Teles será o 12º presidente da entidade literária, que completou 51 anos de atividades ininterruptas, em setembro de 2017, disseminando a cultura e estimulando o gosto pelas letras.

Fundada em 13.09.1966, a Academia Montes-clarense de Letras foi administrada, ao longo da sua existência, pelos seguintes presidentes: Antônio Augusto Veloso, José Raimundo Neto, Orlando Ferreira Lima, Arthur Jardim de Castro Gomes, João Valle Maurício, José Prudêncio de Macedo, Olintho da Silveira, Wanderlino Arruda, Reivaldo Simões Canela, Yvonne de Oliveira Silveira e Maria Luiza Silveira Teles, que passará o cargo a Itamaury Teles.

A nova Diretoria, com mandato no biênio 2018/2019, será integrada pelos seguintes acadêmicos: Presidente: Itamaury Teles de Oliveira; 1º Vice-presidente: Maria da Glória Caxito Mameluque; 2º Vice-presidente: Maria Luiza Silveira Teles; Secretário: Wanderlino Arruda; 2º Secretário: José Jorge Nunes Silveira; Diretor de Finanças: Mary Tupinambá Lellis; 2º Diretor de Finanças: José Jarbas Oliveira Silva; Diretor de Protocolo: Edson Ferreira Andrade; Diretora Social: Maria Lúcia Becattini Miranda; Diretora Cultural: Clarice Sarmento; Diretor de Comunicação Social: Délio Pinheiro Neto; Diretor Jurídico: Danilo Borges e Diretor de Arquivo e Biblioteca: Amelina Chaves.

O NOVO PRESIDENTE

Itamaury Teles de Oliveira, 63 anos, é natural de Porteirinha – MG. Saiu de sua terra natal, aos quinze anos, para fazer o curso científico no Colégio Marista São José e no Colégio Estadual Prof. Plínio Ribeiro, em Montes Claros. Nessa época, início dos anos 70,  começou a trabalhar na imprensa local, como repórter de O Jornal de Montes Claros e, posteriormente, do Diário de Montes Claros, onde assinou a coluna “Vida Estudantil” por alguns anos. Participou da fundação da Academia Juvenil de Letras do Norte de Minas, e editou, por mais de dois anos, o jornal CAMOC,  “house organ” do Centro de Atividades do SESC, em Montes Claros. 

 

Em 1974, ingressou por concurso público no Banco do Brasil,  tomando posse  na Agência em Francisco Sá, cidade na qual fundou e dirigiu o jornal “O Brejo”. Transferido para Belo Horizonte, ali se bacharelou em Administração, na Faculdade de Ciências Econômicas da UFMG, o que lhe abriu as portas da Direção Geral, em Brasília, chegando rapidamente ao cargo de Assessor do Vice-Presidente de Administração do Banco do Brasil. Retornou a Montes Claros, em 1986, como Gerente Geral da Agência local, assumindo depois a administração de mais quatro agências do BB na Capital, até aposentar-se.

É advogado pela Faculdade de Direito Milton Campos e especialista em Direito Tributário, pela Faculdade Gama Filho. É também especialista em Marketing, Qualidade e Competitividade, Administração Financeira e MBA- Formação para Altos Executivos.  Em 2003, recebeu o grau de Mestre em Administração, pela UFMG, ao defender dissertação sobre estratégia para a cachaça mineira de qualidade.

Foi instrutor formador de gerentes no Banco do Brasil,  professor universitário e de cursos de pós-graduação, nas Universidades Federais de Minas Gerais, de Juiz de Fora, e na Universidade Estadual de Montes Claros, dentre outras.

É autor de seis livros, sendo quatro de crônicas, gênero literário de sua predileção. O primeiro, “Urubu de Gravata e outras crônicas”, foi indicado para o vestibular seriado da Unimontes, em 2008. É autor, também, do livro “Deus e Liberdade: uma loja octogenária”, que conta a trajetória das oito décadas da mais longeva loja maçônica de Montes Claros.

Publica semanalmente crônicas no Jornal de Notícias, de Montes Claros. Colabora com a Revista Tempo – desde a sua fundação – e com diversos jornais e revistas da região norte-mineira. Edita diariamente, há quase 10 anos, o “Minas Livre.net”, sítio cultural e noticioso. 

É membro do Instituto Histórico e Geográfico de Montes Claros, desde a sua fundação, tendo sido o seu terceiro Presidente (2011/2013);  ocupa a cadeira número 4, da Academia Montesclarense de Letras, tendo sido Secretário-Geral do sodalício, editor da sua Revista e Vice-Presidente, na gestão que ora se encerra. 

Foi presidente da Academia Maçônica de Letras do Norte de Minas, que ajudou a fundar, ocupando a cadeira número 40.

Como escritor, foi agraciado, em setembro de 2013, com a Medalha de Honra Presidente Juscelino Kubitscheck, pelo Governo do Estado de Minas Gerais.

Foi membro e vice-presidente do COMPAC – Conselho Municipal do Patrimônio Artístico e Cultural de Montes Claros (2013/2016).

Foi Venerável da Loja Maçônica Deus e Liberdade e, atualmente, é Deputado na Soberana Assembleia Legislativa do Grande Oriente de Minas Gerais.

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar