ASSIM VOU...

Damião Cordeiro 

“Voar voar/Subir subir/Ir por onde for” – 1984 – Byafra 

          Anjo, a fé renova montanhas. Sei das rebuliçosas corredeiras. Sei das pedras revestidas de limos; dos escorregos. Eu acredito em ti. Je suis I’instrument de la parole. Este embrião de bem-querer que batuca cá dentro em mim provoca aprazíveis sensações de serem sentidas sentidos por sentidos.

Sou um rio tranquiloso no perene, que na grande barca da esperança desce leito abaixo nos silêncios buscando doçuras onde habitam sais no desemboco, no encontro com o amar. Ego servus verbis. Creio no voo da criação. Creio no sonho de Ícaro nos alados de deusa Peithó.      

                                O Poeta do Acaso.

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar